quarta-feira, 7 de outubro de 2009

CANGOTE

Ele insistiu, mas quem fez a surpresa de comprar os ingressos fui eu. E confessou: estava ansioso, até sonhou com o show na noite anterior. Primeira fila. Na cara, ops, nas pernas da Céu. Lindas pernas, admito! E ele chorou. Duas vezes. Bom presente. De lá, pro bar. Pro nosso bar. E ele dizia: é o Chico Buarque de saias! E eu respondia: deixa de ser exagerado! No final da noite, depois da segunda garrafa de vinho, ele desembestou a falar coisas. Muitas coisas. E eu chorei. Um monte. Por ele ter razão em tudo o que foi dito. Outro bom presente.

Fiz minha casa no teu cangote

Não há neste mundo quem me bote

Pra sair daqui

*
Te pego sorrindo num pensamento

Faz graça de onde fiz meu achego, meu alento

E nem ligo

Como pode, no silêncio, tudo se explicar?!

Vagarosa, me espreguiço

E o que sinto, feito bocejo, vai pegar

*
Fiz minha casa no teu cangote

Não há neste mundo quem me bote

Pra sair daqui





Cangote, composição: Céu.

8 comentários:

eLi disse...

E ele chorou.
E eu chorei.

E o presente presente!

De Céu pouco conheço. Mas o suficiente para saber que trata-se, deveras, de um nome delicado e de atitude da nova MPB!

Beijo!

Michelle Girão Pinheiro disse...

Vamos combinar, ela é ótima! Mas vc tem toda razão quendo menciona um certo exagero na comparação! rs
beijos

Renata disse...

Cangote, choro, bar, companhia de pessoa querida...Céu.
Eita delícia de programa!
Beijo.

Andréa disse...

caramba, vanessa!
eu vc temos uma energia parecida!!!
vou hoje ver a céu, meu namorado adora!
e quem comprou os convites, debaixo da maior chuva, fui eu!!!
depois te conto!
beijos

Vanessa Dantas disse...

Eli: procure conhecer a Céu. Vai gostar!

Michas: nada se compara ao nosso Chico...

Delícia mesmo, Rê!

Essa foi ótima, Deia! Me conte do show depois...

beijo nos quatro.

Andréa disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Andréa disse...

então, vanessa, tô meio compreguiça de escrever sobreo show. mas achei a céu mais uma grande produto de produtor e performance musical do que uma grande cantora.
sai doshow sem saber direito do poder da voz que ela tem. muito sampler e efeitos eletrônicos, backing vocal dela mesma, enfim...
echo estranho ouvir um trompete, procurar no palco e não encontrar... tá tudo no computador... enfim.... mas é bonito o show! gostei muito das três cobras no palco: maria do céu, talma e anaelis. aliás, acho que a anaelis era a melhor das três!!! e só confirmei minha a minha impressão de que a céu era 'blazé' demais....
beijos

Andréa disse...
Este comentário foi removido pelo autor.