quinta-feira, 24 de junho de 2010

É O QUE TEM PRA HOJE!

Passarela qualquer da cidade-concreto, numa manhã cinzenta, ainda com lua
Foto de celular: Vanessa Dantas, 2009

Tenho acordado cedo, dormido tarde, comido doce, pulado cinema.
Tenho falado menos, observado mais.

Tolerância curta, cansaço longo.
Tenho trabalhado muito.
*
O mundo é burro, e vivo nele.
Chega de festa. Mesa pra quatro. Tenho bebido pouco.
Tenho gostado dos cães. Dos que não latem e não mordem.
Nada acontece. Não trago novidade.
A vida anda besta. Chatinha.
*

Não sofro mais por ele. E sofro por isso.
Continuo sem gostar de pão-de-mel, doce de abóbora,

"creque" da cebola, fumaça de cigarro. In-tra-gá-vel.
Não uso amarelo, esmalte danoninho, pouco gosto de marrom.

Chocolate? Só se for do bom.
*
Queria não ter pêlo. Que meu cabelo não ficasse branco.
Não faço mais dieta. Gosto de ser míope.
Vivo otimamente bem sem paçoquinha, pipoca, canjica,

salto alto, bico fino e karaokê.
*
Não me venha com picaretagem.

“Minha querida”. “Se cuida”. "Deus lhe pague”.
Meu sono continua leve. Tenho dificuldade com quem ronca.

Prefiro a noite fria.
*

Chegue devagar, não peça pra entrar. Não minta pra mim.
Que se explodam os arrogantes, os mal educados, o Rogério Ceni.

Da torcida do São Paulo? Salvaria um. Apenas.
*
Gente que fala demais me incomoda.
Comportamento classe média também. Sou classe média.
Não quero conhecer o mundo. Sonho com Paris. E basta.
Perdi o medo da morte, desde que seja de avião. Na volta.
*
Não me subestime. Se conseguir, me estime. Eu deixo.
E gosto.

13 comentários:

Gersinhoo disse...

Não costumo comentar blogs, apesar de lê-los aos montes. Esse post foi deprê, mas estando ao seu lado todo dia, vejo que vc anda meio pra baixo mesmo.

Ta precisando de um up, de um amor, de mais tranquilidade, de menos chefe e menos problemas.

Mas continua uma pessoa das mais queridas, autêntica e transparente.

Continue assim, principalmente odiando o Rogério Ceni, assino embaixo.

bjo...

Arnaldo disse...

Não achei deprê, o post. Achei o texto bonito. Bonito de doer.

E espero que ser sãopaulino não me tire se sua lista dos menos disparatados.

Andréa Lion disse...

putz, assinaria em baixo de umas 18 afirmações...
seria bom se a getn morasse mais perto, vanessa!
beijo gandre!
e a copa?
silêncio?
hehe

pripri disse...

A vida anda mesmo chatinha e besta, mas quequeagentevaifazer???
Adorei o outro post que não tenho idéia de quando foi, mas que fala daquela relação que vc não sabe o que é...ADOREI!E faço votos e torcida.
Saudade.
p.s.minha querida , se cuide que no final Deus lhe paga!!!kkkkkkkkkk

SeoCruz disse...

Bem legal isso aqui ;)

Juliana Freitas disse...

Bonita, você tem um blog e nem conta pra galera? Vou linkar no meu e virar leitora :)

Beijinhos buarqueanos!

Rolando disse...

oi moça. tudo blz? estive por aqui. muito legal. apareça por lá. abraços.

Rodrigo disse...

Mesmo marrentinha, estimar é tarefa fácil.

Volte a escrever, pô!

Vem para o Rio na virada?

Wolly disse...

No inicio do blog, eu le muitas post façando que op blog era depre, eu não achei não! rs achei até poético rs


check-matte.blogspot.com

passa la deixe seu comentarios me siga

Wolly disse...

No inicio do blog, eu le muitas post façando que op blog era depre, eu não achei não! rs achei até poético rs


check-matte.blogspot.com

passa la deixe seu comentarios me siga

eLi disse...

A forma como se escreve a respeito do momento deprê tornam as coisas até mesmo, irônicas, para não dizer bem humoradas...

Legal te ler de novo!!
Quanto tempo não venho aqui!

Luzia Lira Pedagoga disse...

Gostei demais desse texto. Me identifiquei em várias frases.Li e reli. parabéns! escreva mais, rs...
bjos Luzia

André Debevc disse...

Que bom ler um texto desses num dia desses. Adorei. Faz todo sentido. Todo.

beijo!