sexta-feira, 3 de julho de 2009

SAÍDO DO FORNO, AINDA QUENTINHO!

Nasceu!!!
*

Ontem, as 10h da manhã, no Salão de Turismo, na presença do Ministro do Turismo Luiz Barretto e dos representantes das 12 cidades-sedes, nasceu o www.copa2014.turismo.gov.br. Trata-se do site do governo (Ministério do Turismo) sobre a Copa de 2014.
*
Por enquanto, o site só apresenta o idioma português, já que a divulgação e a promoção oficiais do Mundial só poderão ser iniciadas após a Copa de 2010 na África do Sul. O conteúdo, ainda incipiente, está dividido em notícias, guia das sedes (projetos, infraestrutura, futebol e turismo nas cidades), eventos, pesquisas, o turismo e as copas (todas as copas do mundo - de 1930 a 2010) e pensando na copa (artigos e entrevistas).
*
Ressalto que ainda há muito conteúdo (pesquisa sobre futebol e turismo) a ser desenvolvido e inserido, além de alterações estéticas já previstas. Portanto, as ótimas idéias, críticas, dicas e sugestões dos "meus poucos mas fiéis leitores", como diria o Edu do blog ao lado, poderão ser enviadas para o meu e-mail: pinheirodantas@uol.com.br. Toda contribuição será bem vinda!
*
O convite está feito! Visitem o site e adicionem aos favoritos, pois ao contrário desse blog, por lá, haverá constante atualização!

*

Taí. A VIAGEM DA COPA COMEÇA AQUI!

7 comentários:

Alessandro disse...

Boa frase esta última...

Pin disse...

Yeah! É isso aí, Vanvan! Todos são mais que bem-vindos na nossa "casa"! :)

andrea disse...

que legal, vanessa! vou lá!

Rodrigo disse...

Mais um golaço! Beijoca, linda!

Arnaldo disse...

Vanessa,

Entrei no site e achei muito bom, muito bem feito. Parabens pelo teu trabalho.

Não posso deixar de dizer, entretanto, que tenho extrema má vontade com essa coisa da copa do mundo ser realizada no Brasil. Identifico, não por pessimismo, mas por experiência, uma inesgotável fonte de corrupção e de sangria de dinheiro público neste evento, a exemplo do que já ocorreu com o Pan no Rio de janeiro, onde a roubalheira imperou. Agora, esta roubalheira municipal pode se tornar nacional.

Torço para que, pelo menos o Brasil saiba tirar um proveito inteligente (e honesto) do que um evento deste pode gerar em termos de turismo, mas, na verdade, meu maior interesse é que, terminada a copa, restasse para a população alguma herança substancial. Não foi isso o que vimos ao final do Pan.

O pior é que o começo dos preparativos já começou mal. A escolha das cidades sede teve um critério muito mais político do que técnico, Afinal, qual é o sentido de escolher Manaus e Brasília, e deixar de fora Belém e Goiânia? Para que é que vão servir os estádios destas cidades, depois da copa, se nem mesmo um campeonato municipal decente estas cidades têm?

Desculpe-me se estou sendo estraga prazeres, minha intenção não é essa. Mas, como já disse, fico com o pé atrás nessa história. O Governo Federal já disse que não colocará dinheiro público nessa empreitada (eu chamaria de aventura), mas ele havia dito a mesma coisa sobre o Pan e não foi isso o que aconteceu.

Os grandes empreiteiros estão achando a maior graça nesta história. Vai ser uma farra!

Vanessa Dantas disse...

Tens razão, Alê! Essa frase é mara! ...rs

É isso Pinzoca, nossa casa! Quanta produção, arrumação, envolvimento... Mas tá valendo, tá valendo, muito!

Apareça por lá Andrea! As atualizações serão feitas a todo momento. Há muito conteúdo, muita produção pela frente!

Valeu Rô, pela torcida de sempre!


Obrigada, Arnaldo! E entendo o seu desconforto, é uma dúvida pertinente. Você não está sendo estraga prazeres, pois muitas pessoas pensam como você. Saiba que eu respeito, mas penso diferente. Tenho certos receios, o que é natural, mas acredito que a Copa de 2014 no Brasil é a maior e melhor oportunidade de desenvolvimento não só turístico, mas do país como um todo. Temos 5 anos de trabalho pela frente, e há uma cobrança muito grande que eu entendo como estímulo para se fazer coisas (de infraestrutura e educação, principalmente) que poderiam demorar até mais de uma década! Pelo fato do meu envolvimento com a questão, é possível que eu esteja sugerida positivamente, o que sinceramnete não acho ruim. Preciso, acima de tudo, acreditar no que faço, no meu trabalho. Mas penso que isso dependerá também de continuidade administrativa. O resto é ver para crer! Acho até que só saberemos os efeitos mais efetivos, pós Copa, lá pra 2016...

Beijo pros cinco.

Gersinho disse...

Arnaldo,

Eu entendo toda essa sua revolta quanto a por exemplo a escolha das sedes, porém você olhou apenas a capacidade futebolistica. Como Goiânia conseguiria substituir Brasília, sendo que a capacidade hoteleira não chega nem entre as 5 maiores do país, e BSB ao contrário, só perde pra São Paulo. O Aeroporto de Manaus é um dos maiores do país, então não foi puramente política, apesar de eu achar que tenha alguma coisa de política, como tudo nesse país.
Agora, dizer que a copa não deveria ser no Brasil porque terá dinheiro desviado, é como pegar sua mulher te traindo no sofá, e você vai e vende o sofá. Nós sabemos que nas obras do Metrô são desviados milhões, mais por isso não vamos mais fazer metrô? A copa vai ser um verdadeito PAC pro Brasil, obras que talvez nunca fossem feitas sairão por causa da copa.

Abraço. Van vc é mara