domingo, 1 de fevereiro de 2009

NELSON SARGENTO

o convite para o show.
mãos dadas.
a cabeça deitada no ombro.
chamego.
carinhos sem ter fim.
o cd de presente.
o depois.
depois e depois...




Foi
Numa tarde formosa de Abril
Me declarei
Você então sorriu
Com ternura e afeição
E na mais pura e sã singeleza
Pus-me a pensar na grandeza
Da gente ter coração

Seus lábios entreabertos
Pediam-me um beijo
Quando eu ia aplacar seu desejo
A realidade surgiu
Acordei
Pois eu estava sonhando
Olhei o calendário
Ele estava marcando
Dia Primeiro de Abril

PRIMEIRO DE ABRIL, Nelson Sargento, CD Versátil.

7 comentários:

edu rodrigues disse...

2 minutos depois já estou aqui. coincidência??? acabei de chegar do vai-vai. beijão.

edu rodrigues disse...

conforme contato telefônico: cadê o outro post?????

anônimo (????) disse...

zzzzzzzz.......

Rodrigo disse...

Ótima a letra e...

Arnaldo disse...

Vi o Nelson Sargento no final do ano passado, aqui em Campinas. Emocionante, como sempre!

Andréa disse...

amo o nelson sargento.
e tive um história de amor das mais belas que, se não começou, se consumou num show dele, em homenagem a geraldo pereira. e olha que o lance durou 8 anos!!!!!!!!

Vanessa Dantas disse...

As tais e tantas coincidências... beijo, Edu!

E...? Melhor não, né Rô?!...;o)

Pois é Arnaldo, programaço esse! E ele estava liiindo - de terno verde e camisa rosa homenageando a Mangueira.

Aff, Andréa... Jura? Arrepiou... Olha que o show foi booooommmmmm!!!! :o)