segunda-feira, 26 de janeiro de 2009

A FOME COM A VONTADE DE COMER

Não é novidade o quanto eu adoro o trabalho do Domingos de Oliveira (basta clicar aqui, ou se preferir aqui, novamente aqui, mais uma vez aqui e aqui de novo). Também não é de hoje a vontade de assistir a peça CONFISSÕES DAS MULHERES DE 30 (lembrando que já estou na casa dos 33). Somei a dica do Edu Rodrigues e fui. A dramaturgia é do Domingos e a direção da Fernanda D´Umbra. Gostei e recomendo. Boa diversão, principalmente para as mulheres, ainda que o moço sentado à minha frente tenha se esguelado de tanto rir...


E como sempre, algumas das frases... E se não é exatamente isso, é por aí...


Transar por transar dá uma preguiiiiiiiça...
*
A mulher aos 30 anos não tem apenas um problema,
tem uma angústia generalizada.
*
Outro dia eu perguntei para o meu irmão:
- Você me acha bonita?
Ele pensou, pensou, pensou, pensou, pensou... E respondeu:
- Não sei! Beleza acostuma e tudo o que acostuma enjoa.
*
Apesar de eu 'quase' ter gozado...
Sim! Eu 'quase' gozei muito!!!
Eu perguntei: vem cá, quanto é que eu te devo?
*
Há quem diga que o namoro
entre pessoas da mesma idade
hoje em dia é ANORMAL!
*
Aos 30 anos, você está numa posição estratégica.
Pode sair com um homem de 18, de 30 ou de 50
sem que te chamem de tarada.
*
A mulher de 30 é uma metralhadora giratória!
*
Eu só transo com amigo.
Me recuso a transar com alguém
que eu conheça a menos de um ano.
Depois fico amiga.
Eu tenho muito amigos!
*
Vamos fazer assim. Eu vou lá, dou mais,
e depois volto porque te amo.
*
Eu não me importo que a história da minha vida
esteja estampada no meu rosto,
desde que seja uma bela história.
*
Frases da peça CONFISSÕES DAS MULHERES DE 30.

9 comentários:

edu rodrigues disse...

Antes de assistir dá até um certo medo, não? Pô, o que esse cara vai dizer sobre mulheres de 30 que não seja "lugar-comum", que não seja manjadíssimo. Mas ele é mestre. Ele manda um texto ótimo e a direção da Fernanda é excelente. Também sou suspeito. Também sou fã do cara. Mas, imparcialmente, recomendo fortemente o espetáculo e fico feliz que vc tenha gostado, Vanessa. Beijão.

Arnaldo disse...

Vanessa,

Não sei porque, tenho uma certa má vontade com o Domingos de Oliveira. Deve ser por causa de seu jeito de falar, de eterno embreagado, sei lá.

Assisto, de vez em quando, o programa Todos os homens do mundo, dirigido por ele e apresentado pela Priscilla Rozenbaum, que acho que é a mulher dele, não tenho certeza.

Gosto do programa, gosto de algumas intervenções que ele faz, enfim, não tenho motivos pra não ir com a cara dele, mão tenho essa má vontade.

Preciso entender melhor o que é isso.

Vanessa Dantas disse...

Pois é Edu! O tema, por si só, poderia enveredar pelos mais diversos clichês, entretanto, o Domingos consegue algo muito além - ganhar o público (não só feminino) com inteligência, humor e sensibilidade. Beijão, e não suma!

Arnaldo! De fato, o Domingos parece (ou é?) um eterno embriagado. Digo mais. A impressão que fica é que ele sempre faz o papel dele mesmo. O diretor, escritor, crítico, ator, boêmio etc está sempre num só - no próprio Domingos. E é justamente isso o que mais gosto nele. É como se ele filmasse a própria vida, e então quando assisto seus filmes, sinto como se fosse uma amiga íntima, como se fizesse parte daquilo. Adoro!

Até onde sei, a P. Rozenbaum é mulher dele, que aliás, fez um papel muito aquém do talento dela na minisssérie Maysa.

No mais, vou torcer para que sua má vontade passe. Porém, se o grande Nelson Rodrigues estiver certo quando fala que "toda unanimidade é burra", viva as nossas diferenças!

andrea disse...

vanessa, vem pro rio ver "O Apocalipse segundo Domingos de Oliveira" com o 'grupo fúria'!! ainda não vi, mas devo ir logo, pois fica em cartaz até março e no meio tem carnaval e o bicho já tá pegando no rio....

tá rolando ainda a 'quarta fúria', noite de festa no 'canequinho', ao lado do canecão com o 'grupo fúria1, a atual turpe do domingos. toda quarta.

você conhece o(s) blog(s) do dele?
aí vai: http://bravonline.abril.com.br/blog/domingosoliveira/

http://dodomingosoliveira.blogspot.com/
beijos

Rodrigo disse...

A Andréa tem razão, Vanessa. Vem pro Rio.

Vanessa Dantas disse...

Oi Andrea! Obrigada pelas dicas. Preciso ir ao Rio mesmo, ainda não fui nesse ano! Conheço os blogs, já até postei algum comentário por lá. Beijos.

Oi Rô! Preciso mesmo. Beijo.

Liliam disse...

Van, eu já sarei, como vc não me convidou pra ver esta peça com vc? (humpf, será porque eu sumi daqui?). Estou de volta, ao blog e à vida, ufa! Beijos.

Luciana Dantas disse...

Liliam, não tem problema. Já Combinei com a Van de irmos de novo. Faltou anotar muita coisa!
A-D-O-R-E-I!
Inclusive assim que começou a peça cheguei à pensar que era a minha biografia não autorizada! Rs...

Vanessa Dantas disse...

Gata! Bom retorno ao blog (e à vida!)! Perdoe-me, mas resolvemos o teatro em cima da hora, meio como desculpa para fugir do Thiago Lacerda (ver dois posts depois desse)! E conforme Lulu já falou, aguarde, novas possibilidades surgirão... Beijos.