sexta-feira, 20 de março de 2009

OUTONO - MINHA ESTAÇÃO PREFERIDA!

O outono é a única estação civilizada. A primavera é um descontrole glandular da Natureza. O inverno é o preço que a gente paga para ter o outono, e por isso está perdoado. O verão é uma indignidade.

[...] Um gentleman não deve suar, meu caro. As frutas têm suco, não um inglês.

[...] É sempre assim. Quando chega o verão começo a me imaginar em Londres, estocando meus tintos para o inverno. Mas é claro que não aguentaria duas semanas como inglês sem começar a maldizer a umidade e a sonhar com o sol.

Mas não sou uma pessoa tropical. Minha terra preferida é o outono em qualquer lugar. No outono as coisas se abrandam e absorvem a luz em vez de refleti-la. [...] O verão não é uma boa estação para literatura descritiva. Me peça o resto da frase no outono.

Sempre digo que a praia seria um lugar ótimo se não fossem a areia, o sol e a água fria. É só uma frase. Gosto do mar. O diabo é que a gente sempre tem na cabeça um banho de mar perfeito que nunca se repete.
*
Veríssimo.
Caderno Cultura - Jornal O Estado de São Paulo,
de 01 de março de 2009.
*
*
Até segunda! Vou para a praia
em busca do meu banho de mar perfeito!

Um comentário:

Gabriela disse...

Outono é tudo de bom, Vanessa. Mas as pessoas em geral não percebem isso!