quinta-feira, 22 de janeiro de 2009

FERNANDO

Significado do nome Fernando: ousado (concordo!), alto (?), inteligente (também concordo!), protetor (alguns sim!). Indica um batalhador incansável, que age por impulso (sei bem!), mas leva até o fim tudo o que começa (tudo? ops...). E quase (quase!) sempre consegue resultados positivos. As idéias inspiradas e o amor à liberdade são outras das suas características mais marcantes (é possível!).

Pois bem. O nome Fernando, disparado, é o que mais aparece na agenda do meu celular. Citando os mais chegados, em ordem alfabética para não suscitar ciúme, tem o Aith, o Amaral, o Camargo, o Kawada, o Okubo, o Rabello, o taxista, outro, e mais outro. Aliás, quando falo de um Fernando, quase sempre, tenho que associá-lo ao sobrenome para facilitar a identificação. Tem Fernando que carinhosamente chamo de Fefo, Fófi’s... Mas a maioria é pelo sobrenome mesmo. E até por chamá-los pelo sobrenome, um desses Fernandos certa vez pediu-me que eu o chamasse simplesmente de Fê. Engraçado! Logo o que sempre me chamou de Vanessa, ou por um apelido mais íntimo inventado por ele, jamais de Van! Um casal de amigos “quase” colocou o nome Fernando no filho, por fim, optaram por Eduardo. Ufa! Já tivemos o Collor de Mello, o Henrique Cardoso, e eu não votaria sequer no Gabeira. Não conheço Noronha, mas acho que deve ser um dos lugares mais bonitos do planeta. Tem Fernando amigo, "ex-amigo", tem Fernando praticamente irmão. Tem até Fernando que eu não sei mais o que é. Fato: os Fernandos sempre fizeram parte da minha vida de forma bastante intensa. Já fui seduzida por um Fernando, já dei guarita para outro. Já briguei, já cismei, e também recusei. Já vivi romance, e tem Fernando que eu só beijei. Outros tantos, nem toquei. Já confiei, já indiquei. Tem Fernando que tem escova de dente em casa (alguns amigos têm!) e outro que esqueceu uma cueca. Segundo ele, "é pra dar sorte!". Já me apaixonei, senti raiva, dei puxão de orelha e acalentei. Já fui conselheira, madrinha de casamento, companheira, muleta e amuleto. Aprendi muito, mas também ensinei. Tem um Fernando, o Pessoa, que dorme comigo todas as noites, pois está sempre lá, na minha cabeceira. E agora, por estes tempos, fui convidada para trabalhar em um projeto cuja equipe é formada por cinco pessoas, comigo seis. Eu, outra mulher e quatro homens. Três chamam-se Fernando. Como pode?

13 comentários:

Andréa disse...

nossa, que engraçado isso! rsrs
eu só tenho intimidade com um fernando, o pessoa, e não me lembro de nenhum amigo ou próximo chamado fernando....
como pode? rsrs

Luciana Dantas disse...

Eita Karma, heim? PQP!!! Rs...

Anônimo disse...

Não pode. Deve haver alguma explicação. Vá se benzer e pedir proteção!

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Renata disse...

Você não tem jeito, mesmo...

michelle disse...

Fernando?
Só o Pessoa em minha....
No celular, nenhum!!!!
Acredite!

Rodrigo disse...

Levei um susto quando entrei aqui e vi esse título. Passado o susto concordo que é Fernando demais e que o texto caiu bem. Mas pq não aproveita que vai trocar o aparelho e deleta alguns?

Vanessa Dantas disse...

Pois é Andrea, deveria não poder!....rs

Pois é Lulu... já tô numa situação que nem pergunto mais o nome, já vou logo chamando de Fernando, pois a chance de acertar é imensa!

Valeu pela dica, anônimo! Pensarei no caso! ;o)

Renatinha, Renatinha...

Acredito Michelle! E pasme, ainda tenho três Fernandas também: a Montoro (Fefeu), a Tanisho e a Fefa. Pode?

Oi Rô! Susto?...rs... Pensando nisso, para evitar enfarte de algum Fernando, optei por avisá-los do post por e-mail. De resto, não sei não, esse negócio de deletar pessoas, mas pensarei no caso.

Beijos...

Renata disse...

Van, vc conhece a Fefeu (Montoro)?
Ela casou com o irmão do marido da Úrsula, da Câmara...sabe quem é?
Que coincidência ela ser sua amiga.

Vanessa Dantas disse...

Pois é Rê, a Feu é minha amiga de infância. Não nos vemos há pouco mais de um ano. Sei quem é a Úrsula e o marido dela. Já tomei chopp com o casal no Templo Sagrado e encontrei mais uma vez ou outra, mas nunca poderia imaginar tamanha coincidência! Que mundinho ervilha! O jeito é andar na linha meeeeesmo!...rs

Beijos.

fernando RABELLO disse...

sou fernando de corpo,alma e orgulho...e admiro suas palavras cada dia que passa, estão mais des-combinadas, dis-paratadas...beijos..minha brother..

Vanessa Dantas disse...

Meu lindo! Vê se aparece mais por aqui, né? Você já disse que entra no blog, mas nunca comenta. Que tal começar a falar? Adorei! Beijo enorme com saudade.

Thémis disse...

Adorei o post! Depois dessa, até eu fui ver se tinha 'FERNANDOS' no meu celular...rs...rs...