quarta-feira, 8 de outubro de 2008

INTERROGAÇÕES? EXCLAMAÇÕES! E RETICÊNCIAS...

Interrogações
que superam as exclamações!
Sobram reticências...
Sem que haja um ponto final.
Bilateral.

Velejar no amor, velando a dor
num desassossego de pudor..
Pudor?
Medo de se expor?
Mas se é amor...

A dúvida da imprudência,
com tanta freqüência,
faz desistir. E partir.
Deixando de viver
o que o coração pediu.

Mas pra que tanto medo,
se o coração ainda pede?

Desarma tuas vestes
de tão frágil proteção.
Aceita. Volta.
Habita vida. A dois.
E fica.


Resposta inspirada no texto Caminhos,
publicado no BLOG Canário do Reino,
em 27 de junho de 2008.

Um comentário:

Rodrigo disse...

Orgulho?