quarta-feira, 1 de outubro de 2008

EDUCAÇÃO

Namoraram, casaram, compraram casa, tiveram filhos.
Aparentemente, um casal convencional.
Se não fosse o fato dele trair e ela não se afligir.
Não tinha certeza se a enganava.
Mas como ele sempre voltava. Ela deixava.
Não se separariam nunca. Eram educados demais para isso.
Como diria o Domingos de Oliveira:
“viviam mal muito bem”.

4 comentários:

Luciana Dantas disse...

Sábio Domingos de Oliveira!

Michelle disse...

Amei!
"Viviam mal muito bem"
É necessário muita coragem pra ser covarde assim consigo mesmo! Rsrs

Daniela Fernandes disse...

Quanta coragem!

Vanessa Dantas disse...

Pois é meninas, não é à toa que sou fã do Domingos...